Flutuantes Passeios

Danielle Lins

Textos

Coração de Pedra
Coração de pedra que bate sem freio
Que parte no meio
Que sangra de amor

Coração de pedra que aperta no peito
Que fica sem jeito
Que mata de dor

Coração de pedra que amolece
Que tudo esquece
Que sempre perdoa

Coração de pedra que abraça fofinho
Que dá e pede carinho
Que ama e voa

Coração de pedra, que mora em mim,
Queria que você fosse mais duro, mais forte
Coração de pedra, se você fosse assim,
No amor eu talvez tivesse mais sorte...
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 06/05/2014


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Seguir @daniellewheelys