Flutuantes Passeios

Danielle Lins

Textos


A Arte de Ensinar

Não sei quem, quando ou onde,
Mas eu sei que cada horizonte
Que eu vejo alguém viu um dia.
E se eu vejo e acho lindo,
Alguém que viu será bem vindo
Para contar o que eu não sabia.
Aprender precisa ser assim:
Eu me interesso, eu sinto e, por fim,
Busco os detalhes por curiosidade.
Se me contarem o que eu não quero saber,
Eu vou ouvir, não vou aprender!
Ninguém aprende sem vontade.
Ser professor então é compreender
Que ensinar é apenas estar por perto
Enquanto o mundo inteiro é descoberto
Nesse processo complicado de viver.

Rio/Outubro/2000
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 19/08/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Seguir @daniellewheelys