Flutuantes Passeios

Danielle Lins

Textos


Conto de Flor

Era uma vez uma flor no jardim.
Uma flor, simples mesmo, assim
De pétalas quase rosadas,
Pequenas, bem perfumadas,
Abundantes, vivas, brilhando!
E duas abelhas voando,
Bailando no céu de alegria
Pela flor de todo dia,
Por um dia todo em flor...
Num minuto o esplendor
Tem um fim injusto, brutal:
Alguém passando no quintal
Mata a flor des-pe-ta-la-da...
A flor que era uma vez... é nada.

Rio/Setembro/1998
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 16/08/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Seguir @daniellewheelys