Flutuantes Passeios

Danielle Lins

Textos


Mais!

No frio de uma solidão que eu não via
Você veio me aquecer com esse amor,
E me salvou do que me prenderia,
E me curou do que seria dor...

E o que era alegre em mim ficou feliz,
Como quem tem um colar bem brilhante
E pensa ter o que sempre quis,
E então ganha um colar de diamante.

Amor como o nosso, encantado assim,
Eu não pensei que pudesse existir!
É como se uma flor em mim
Virasse o jardim todo a florir...

Não sei bem o que aconteceu...
Eu me perdi de vista do cais...
Sem você, só o navio era meu...
Agora eu tenho o mar e bem mais!

Rio/junho/2006
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 03/08/2006
Alterado em 04/08/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Seguir @daniellewheelys