Flutuantes Passeios

Danielle Lins

Textos


Sobre Amor

Amar é preciso.
Ter alguém com quem ser bobo sem receio
Largar o filme da TV no meio
Pra namorar, e rir, e ser feliz...
Amar é preciso.
Fazer planos que não vão dar certo
E sentir o coração deserto
Por qualquer besteira que se diz...
Amar é preciso.
Ter alguém que às vezes te magoe
Mas com quem a sua alma voe
Por qualquer palavra de amor...
Amar é preciso.
Abraçar como se o tempo parasse
E lembrar como se o tempo ficasse
E sonhar sem medo da dor...
Amar é preciso.
Porque é preciso viver
E sorrir, e chorar, e sofrer
E às vezes se desesperar...
Amar é preciso.
Sem amor nada mais faz sentido
Nada deixa o coração mais partido
Que a tristeza de nunca amar...

Rio/agosto/2006
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 03/08/2006
Alterado em 04/08/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Seguir @daniellewheelys