Flutuantes Passeios

Danielle Lins

Textos

De Verdade

Como eu queria te encontrar
Te fazer parte da minha vida
Fazer carinho, conversar
Procurar uma saída

Uma saída pra um coração
Que sempre se deixa levar
Não cumpre qualquer condição
Nem quer saber de pensar

Pensar nem sempre adianta
Se ele e eu ouvimos tua voz
Uma voz que nos acalanta
E enfeitiça, coitados de nós!

Coitado do meu coração
Que pensa tão livre em te amar
Coitada da minha emoção
Que sempre quer te alcançar

Alcançar tua inteligência,
Tua poesia, tua felicidade
Ir de encontro à tua divergência
Contrariar tua seriedade

Seriedade de mãos pintadas
Jeito mudo que diz demais
Um sorriso de muitas fadas
Mil d-efeitos especiais

Como eu queria te encontrar
Como voraz essa minha vontade
Engulo a seco esse palpitar
De, quem sabe, te ver de verdade
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 05/01/2011
Alterado em 05/01/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Danielle Lins - www.daniellelins.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Seguir @daniellewheelys